Retrato de uma Região

O concelho de Porto de Mós é local de histórias e de lendas mas também terra de Manuel, o protagonista de Avô Capitão. Este é um romance encantador que convida o leitor a viajar no espaço e no tempo enquanto  revela a história e cultura local, tendo como pano de fundo as invasões francesas e as lutas liberais.

Guiado pelo protagonista  Manuel Pereira Roque, o leitor é conduzido até Biarritz e Baiona no sul de França, faz um belo passeio de bergantim pela costa norte da península ibérica até Vigo e peregrina em Santiago de Compostela, na Espanha, no longínquo ambiente do inicio do século XIX.

Mas a região de Leiria é o grande palco onde se desenrola a maior parte da história cujo epicentro está localizado em Alqueidão das Contas (Alqueidão da Serra), uma pequena aldeia do concelho de Porto de Mós aninhada nos contrafortes da Serra de Aire.

Acompanhando o sapateiro João Roque, pai de Manuel, o leitor é levado até Óbidos em dias de feira junto à muralha, mas também viaja até Lisboa. Fica a conhecer pormenorizadamente a histórica viagem do rei D. Miguel pela região Centro, em agosto de 1830, a pernoita do monarca no mosteiro de Alcobaça e a receção popular no mosteiro da Batalha onde participou num Te Deo.

Fica ainda por dentro da tomada da cidade de Leiria pelas forças liberais comandadas por Saldanha e assiste aos dramáticos momentos da tomada do Paço Episcopal da cidade, bastião regional do absolutismo. Estes acontecimentos influenciaram de forma definitiva o rumo da história de Manuel Pereira Roque, o avô Capitão.

Pode receber no seu email, de forma gratuita, uma versão digital de avaliação desta obra.
Para tal, clique AQUI.

“Avô Capitão” é um livro raro e não se encontra à venda nas livrarias. A sua distribuição é feita exclusivamente pelos correios.